24 de setembro de 2009

Os mitos do colesterol

No nosso mundo moderno a palavra colesterol tornou-se praticamente um palavrão. Graças aos defensores que relacionam colesterol com coração. Se você acreditar no que diz a mídia vai achar que não existe um colesterol suficiente baixo e se fizer exames de sangue e constatar mais que 200mg/100ml certamente lhe receitarão pílulas anti-colesterol. Há mais de duas décadas os valores de referência eram cerca de 220-240, mas a Indústria farmacêutica na ânsia de aumentar seus lucros alterou a tabela para o limite de 200 a fim de forçar o aumento das vendas. Essas pílulas causam sérios efeitos colaterais, dentre eles, dores musculares, depressão, insônia, dentre outros. Muitos médicos quando receitam esses medicamentos não avisam seus pacientes quanto aos possíveis efeitos e poucos pedem a suplementação da vitamina anti-envelhecimento coenzima Q-10 que é diminuída na administração do remédio, resultando em dores. Além do mais já foi comprovado que níveis muitos baixos de colesterol podem acarretar sérios problemas de saúde, principalmente o LDL que é chamado de "mau" colesterol ficar abaixo de 70mg, podendo ocasionar doenças de esclerose múltipla, infecção por estaphylococcos aureos, bem como ataques psicóticos, tendências suicidas etc.
O colesterol é produzido pelo fígado e seu excesso é eliminado pelo intestino. Cerca de 15% provém da alimentação e o restante é fabricado pelo corpo. Ele participa da produção de nossos hormônios sexuais entre os quais a testosterona, progesterona e da nossa integridade celular. Se a alimentação contem pouco colesterol, o corpo fabricará o necessário. Todas as células de nosso corpo são formadas de colesterol. O leite materno fornece colesterol necessário ao desenvolvimento do cérebro do bebê. A criança que for privada do colesterol terá o desenvolvimento cerebral e a visão prejudicada.
Muitos infartos ocorrem em pessoas com colesterol normal, provando-se então que ele não é a causa do problema. O que se deve evitar é a sua oxidação pelos radicais livres, consumindo-se então, alimentos anti-oxidantes como frutas vermelhas em geral, vitamina C, A e E, verduras escuras etc. Peça a seu médico o exame de suas artérias, muito mais importante que o índice de colesterol.
Leia mais a respeito um interessante texto "colesterol: amigo ou vilão" contido no site http://www.melmex.net/ e outro texto cujo título é "colesterol não é causa de doença de cardiaca" do site http://www.umaoutravisao.com.br/

4 comentários:

  1. tenho colesterol altissimo pesso ajuda?

    ResponderExcluir
  2. Dani, ótimo post!! É triste ver como o mito do colesterol, criado pelas grandes farmaceuticas, influencia tantas pessoas!
    Gostei do seu blog, vou adicionar o link no meu. Te convido a visitar o meu e se gostar, divulgar no seu também!
    Abraços,
    Bruna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani tudo em? Sou a Bruna do site Primalbrasil, gostaria de conversar com vocë, a respeito de uma parceria, se possível entre em contato comigo no email bruregis.machado@gmail.com. obrigada

      Excluir
  3. Bruna grata pela audiência, também adorei o seu blog, muita informação legal. Vou compartilhar, bjs.

    ResponderExcluir

A Fruta dos Monges - Luo Han Guo

Luo Han Guo, fruta dos monges, também é conhecida como barriga de buda, é originária do sul da China e do norte da Tailândia.  Pela me...