31 de dezembro de 2011

O açúcar refinado e seus malefícios

O açúcar refinado é um dos alimentos mais perigosos para a saúde humana. Após pronto, passou por inúmeras operações químicas, onde o melaço foi totalmente dizimado. Perdeu-se tudo de bom, como as vitaminas, os minerais.  Agora só resta carboidratos e calorias, e o seu refinamento só é feito por razões puramente comerciais.
Ao ingeri-lo, ele entra imediatamente na corrente sanguínea, causando um estado de hiperglicemia - ou seja, excesso de glicose no sangue. Isso afoga as células humanas com açúcar -  é uma verdadeira "overdose". Nesse caso, o pâncreas é chamado desesperadamente para acudir. Ele segrega a insulina demais e produz um estado de hipoglicemia - ou seja, escassez de glicose no sangue.
Quando iniciamos o dia comendo açúcar refinado, enchemos o próprio sangue de açúcar,  o que dispara uma reação pancreática. Lá pelas 10 horas, a hipoglicemia o ataca: ele simplesmente chupa uma bala, ou toma café, ou ingere refrigerantes, ou sucos, ou outras bebidas adoçadas com açúcar. Nesse momento, o nível de açúcar eleva-se outra vez, e de novo o pâncreas é chamado para socorrer. E assim atravessa todo o resto do dia, passam-se as semanas, os meses, os anos, e de repente quando menos se espera surge o diabetes...
Observações:
- A hipoglicemia causa uma baixa resistência, tornando a pessoa uma presa fácil para doenças viróticas e bactéricas, além de deixá-la nervosa e reduzir a agilidade mental.
- O diabetes (hiperglicemia) pode ser entendido como o resultado do cansaço do organismo por ter de lidar com tanto açúcar. Vários problemas orgânicos surgem com o desenvolvimento do diabetes, como distúrbios circulatórios variados, infecções pela redução da imunidade geral. É uma doença degenerativa que produz, entre outras coisas, cegueira, impotência sexual masculina, infarto, etc. 

Fonte: Hilton Fito - Fitoterapia, Alimentação Natural, Medicina, Plantas e Ervas Medicinais.
Saiba mais, consultando os livros "Sugar blues", sem açúcar, com afeto e doce veneno"

Nenhum comentário:

Postar um comentário