23 de agosto de 2010

Óleo essencial de cipreste


O cipreste (cupressus sempervirens) é uma árvore alta, cônica, usada há milênios de anos que se dirige firmemente para o céu. Em todas as civilizações, o cipreste era considerado um símbolo de vida prolongada. Era, ao mesmo tempo, a árvore da vida e da morte. Seu nome vem do personagem grego Cyparissus. Cyparissus gostava de passear pelos bosques na companhia de um magnífico veado domesticado, dedicado a Apolo. Acontece que, por engano, Cyparissus mata o veado, seu amigo com uma flecha. Apercebendo-se de seu erro, fica inconsolável e lamenta-se tanto que Apolo transforma o caçador em árvore, dando-lhe o nome de cipreste, árvore do luto. "Sobre ti derramarei lágrimas - Tu serás o companheiro da dor e do luto". Daí a tradição ser a árvore usada em cemitérios, em coroas de velório. Foi usado também na construção de sarcófagos, pois era imune à putrefação.
Seu aroma é muito indicado para perdas, mudanças e transições. Trabalha o desapego, ajuda no combate ao medo da morte e combate o estresse.

Propriedades: adstringente, descongestionante, supurativo, antiinflamatório, vasoconstritor, cicatrizante, anti-reumático, febrífego.
Ação psicológica: restaurador dos nervos, sedativo.

Indicações terapêuticas: irritabilidade, nervosismo, ansiedade, atonia muscular, gripe, tosse com catarro, enurese, sistema circulatório (varizes, hemorróidas, hemorragia, celulite), retenção de líquido, menstruação abundante, pés cansados, suor nos pés, climatério, diarréia, furúnculos, acne, mau-hálito (desinfetante bucal), quelóides, queda de cabelo. Muito indicado também em drenagem linfática, dores musculares. Excelente também para tuberculose e asma emocional. 

Modo de usar: Banho de assento, escalda-pés, fricção, bandagem corporal, inalação, difusor, reflexologia (massagem dos pés com o óleo essencial diluído em carreador), com argila, diluído em gel para circulação, loção facial, massagem com óleo vegetal carreador. Em caso de sinusite pode-se fazer uma boa associação com o óleo de hortelâ no vaporizador, de sete a oito gotas cada e no nebulizador, uma gota de cada.
Cistos quase externos e hérnia de disco, pode-se usar puro no local.
O óleo essencial de cipreste é um óleo muito versátil e considerado um antibiótico forte como o Tea-tree.
O uso interno é indicado apenas em casos mais graves, como câncer, miomas, diverticulite, endometriose, síndrome de Chron e a dosagem varia para cada caso, devendo ser orientado pelo aromaterapeuta ou médico.

Contra-indicações: uso interno em grávidas, mastopatias. 
Sinergias: mistura bem com óleo essencial de bergamota, lavanda, rosa, zimbro, salvia, olíbano, limão.
Cuidados: O uso excessivo ou em altas dosagens pode provocar vertigens e sintomas de embriaguez.

Referências bibliográficas: Tudo sobre Aromaterapia, Roberto da Silva, Adão, Ed. Roca.

A Fruta dos Monges - Luo Han Guo

Luo Han Guo, fruta dos monges, também é conhecida como barriga de buda, é originária do sul da China e do norte da Tailândia.  Pela me...