14 de fevereiro de 2010

O que é cromoterapia

A cromoterapia é a ciência que utiliza a vibração das cores do espectro solar para restaurar o equilíbrio físico-energético em áreas do corpo que apresentam alguma disfunção. É uma terapia holística por tratar o ser como um todo, sendo que cada cor tem a sua vibração específica atuando desde o nível físico até níveis mais sutis. Pode ser usado como terapia complementar às inúmeras enfermidades.
O uso das cores data de tempos remotos. No Egito antigo, as cores não apenas serviam para indicar contexto religioso, ritualístico, como também simbolizavam poder e classe social. Também foi lá que se iniciou o tratamento médico com  uso de cores tratando os enfermos através de flores e pedras preciosas. A cromoterapia está fundamentada em três ciências:
Medicina: pela arte de curar,
Física: pelo uso da natureza da luz, espectro solar e sua radiação eletromagnética;
Bioenergética: pela sua influência no corpo bioenergético em análise à energia vital.
A cromoterapia é usada também para equilibrar nossos chakras que são nossos centros energéticos. A palavra chakra vem so sânscrito e significa vórtice ou espiral, que é a forma que estes centros se manifestam. Possuímos muitos chakras, contudo existe 7 chakras principais que são considerados os mais importantes. No caso da cromoterapia, a radiação luminosa influencia diretamente esses centros energéticos.
1º Chakra Básico: localizado na base da coluna correspondendo às glândulas supra-renais: cor vermelho
2º Chakra sexual: localizado abaixo do umbigo, região lombar, corresponde aos ovários da mulher e testículos no homem. Cor: laranja.
3º Chakra plexo solar: localizado acima do umbigo, está relacionado com o pâncreas. Cor: amarela
4º Chakra Cardíaco: localiza-se no centro do peito entre os pulmões e corresponde ao timo. Cor: verde
5º Chakra Laríngeo: é o chakra da comunicação, localiza-se na garganta e corresponde á tireóide e paratiróide. Cor: azul
6º Chakra Frontal ou 3º olho: localiza-se no centro da testa entre as sobrancelhas. Corresponde-se à glândula pituitária. Cor: azul Índigo ou violeta
7º Chakra Coronário: localiza-se no topo da cabeça. Corresponde à pineal. Cor: violeta ou branca.

As cores e suas indicações
Vermelho: é uma cor quente, representa o fogo, estimulane, excitante, dinâmico, sendo favorável para atletas em competição, pessoas com anemia, paralisias musculares, tristeza. Contudo deve ser usado com cuidado e ser evitado por pessoas hipertensas, mulheres em TPM ou ciclo menstrual, exaltação sexual, paranóias. Essa cor é muito usado em marketing, notadamente por segmentos de supérfluos que por ser cor de destaque, garante a própria sobrevivência de mercado.
Laranja: é a mistura de amarelo com vermelho. É uma cor tonificante, ajuda a fixar o cálcio no organismo e, pela própria sabedoria da natureza, é a cor da maioria das frutas cítricas. É anti-fadiga, alivia dores musculares causadas por tensão, fraturas. É contra indicado em hipertireodismo. Por ser estimulante do apetite, é muito usado em restaurantes e redes de fast food.
Amarelo: purifica o sistema linfático, responsável pela eliminação de toxinas do sangue. É a cor da vida, da luz solar, do ouro, associada ao intelecto, por isso muito indicada em estudos, alivia estafa mental. Também é considerado o depurativo das emoções, sendo usado em depressão e melancolia. Eficiente em gastrites por reduzir a produção de ácidos gástricos. É contra-indicado em alcoolismo, histeria, palpitações cardíacas, imaturidade, síndrome de Down.
Verde: é a cor da esperança, da cura, antiséptico, calmante dos nervos, auxiliar em cicatrização, prisão de ventre. Quando em excesso traz arrogância e orgulho. Evitar em casos de hipocondria, teimosia em excesso, diarréias com dor ou cólicas menstruais.
Azul: indicada em caso de meditação, paz, pressão alta, taquicardia, neuroses. É contra-indicado em pessoas em estado de coma, apatia, gripes, reumatismos, medo excessivo.
Violeta: é a união do vermelho com o azul. É o equilíbrio entre o quente o frio, transmutador. Indicado em casos de irritação, carência afetiva, insônia, diminui o ódio. Contra-indicado em vício de drogas, alcoolismo, fanatismo