27 de abril de 2009

Chicória para um coração forte

A chicória é uma erva comestível que também pode ser torrada e moída para substituir o café. A chicória contém um polissacarídio chamado inulina que é útil na prevenção e no tratamento de insuficiência cardíaca. Estudos mostraram que ela pode diminuir o ritmo do batimento cardíaco e o nível do colesterol ruim, além de retardar o endurecimento das artérias. Assim, além de manter um dieta rica em fibras e com pouca gordura, tome chá de chicória para manter o coração firme e forte.
Fonte: Os segredos da longevidade, centenas de maneiras de viver bem até os 100 anos. Autor Dr. Maoshing Ni.

19 de abril de 2009

Aprenda a combinar os alimentos na hora de comer

Um dos assuntos mais importantes, freqüentemente negligenciado, é a ideal combinação daquilo que ingerimos. Comumente, geramos gases e substâncias irritantes e perigosas ao utilizarmos vários tipos de nutrientes no mesmo prato. O caso do "arroz com feijão" é clássico, pois eles representam dois amidos que não se combinam bem quimicamente. A macrobiótica ortodoxa é prejudicial bioquimicamente quando vários cereais, mesmo sendo integrais, são ingeridos na mesma refeição. O ideal é utilizar apenas um tipo de cereal, várias verduras, uma leguminosa recém-cozida e em pequena quantidade, eventualmente uma fruta que tenha afinidade com os produtos anteriores, possivelmente uma proteína de origem animal ou vegetal etc..
Para melhor orientação, apresentamos a seguir uma tabela de alimentos como guia importante para que se mantenha o organismo leve e saudável, sem flatulência e material químico danoso:
Grupo A - Alimentos que combinam entre si e com mais um dos Alimentos do Grupo B (consumo de vários alimentos por refeição)
carnes, abóbora, agrião, pepino, castanha do pará, brócolis, mostarda verde, rabanete, ovos de aves, chicória, beterraba, salsa, manteiga, pimentão, azedinha, serralha, azeite, cogumelos, almeirão, taioba, nozes, missô, abobrinha, tomate cru, amêndoas, shoyu, acelga, urucum, avelãs, vagem, alho, aipo, abacate, espinafre,alho poró, beringela,frutos do mar, couve, cardo, funcho, gergelim, couve flor, umeboschi, cebola, cacau, nabo, bertalha, jiló, pinhão, nabiça, caruru chuchu, coco seco, milho verde,ervilhas frescas,castanha de caju, quiabo, algas marinhas, azeitonas, repolho, palmito fresco, alcachofras, alface, feijão verde, cenoura e aspargos Grupo B - Alimentos que não combinam entre si (consumo de apenas um alimento por refeição)
arroz, cará, araruta, tahine, macarrão, fruta pão, centeio,lentilhas, trigo e derivados, castanha do natal, cevada, ervilhas secas, batata inglesa, farinha de mandioca, cevadinha, trigo sarraceno, batata doce farinha de milho, grão de bico, mandioquinha, aipim, milho seco, feijão seco, queijo de soja,inhame, aveia, soja seca, leite de soja. Grupo C - Alimentos que combinam entre si e com mais um dos Alimentos do Grupo B e também com os Alimentos do Grupo A (desde que não sejam preparados em gordura ou similares)
laranja lima, maçã (doce), abricó, açúcar em geral, lima, ameixas doces, queijos frescos, sapoti, banana assada,figos frescos,requeijão, fruta do conde, banana cozida,tâmaras,queijo de minas,melão, banana seca,moyashi, queijo prato, melancia, uva moscatel, coco verde, ricota, jaca, mamão, mel de abelhas, café comum, pêras (tipo doce), caqui, melado, café de cevada, goiaba e ingá Grupo D - Alimentos que não combinam entre si nem com outros Alimentos
abacaxi,cereja, laranja ácida, romã,caju,carambola, mangaba, pêra ácida, maracujá,framboesa, damasco,pitomba,tangerina, grape-fruit, morango, toranja, ameixa ácida, graviola, limão, jambo,araçá, pêssego, maçã ácida, uva ácida,bacuri, jabuticaba, nêspera, coalhada,araticum, jenipapo, pitanga, cajás, manga, cidra, marmelo e tamarindo. Grupo E
Banana Crua é Compatível com:
leite, creme de leite, queijos,laranja-lima, mamão, melão, melancia pêras, figos frescos, maçã, caqui, sapoti,ameixas,uvas moscatel, e todas as frutas do grupo c Banana Crua é Incompatível com:
Mel de Abelhas Melado, Caldo de Cana, Açúcar em Geral, Frutas Ressecadas, Abacate, frutas Oleaginosas, Manteiga, Azeite, Óleo e gorduras em Geral Com os Alimentos do Grupo B - Grupo F
Leite Animal é Compatível com:
Alimentos do Grupo B Banana Crua ou Assada Gema de Ovo Cozida Com seus Derivados (exceto os seus Derivados citados Abaixo) Leite Animal é Incompatível com:
Alimentos do Grupo A Abacate, Frutas Oleaginosas Óleos e gorduras Frutas Secas Frutas Frescas Coalhada, Iogurte e outras formas de Coalho, Açúcar em Geral, Clara de Ovo, Alimentos Doces, Azeitonas, Carne de Qualquer Espécie Grupo G
Creme de Leite é Compatível com:
Alimentos do Grupo B *Abóbora (Madura)*Abacate Banana Crua ou Assada *Leite e Derivados *Gema de Ovo *Maçã Crua ou Assada *Frutas Oleaginosas Verdes Creme de Leite é Incompatível com:
Verduras, frutas doces e ressecadas, frutas oleaginosas secas, óleos e gorduras, carnes, clara de ovo, suco de maçã e Manteiga Observações:
1 - Gema de Ovo crua ou cozida, coco verde, levedo de cerveja, café e várias qualidades de chá são compatíveis com qualquer alimento, por serem considerados neutros.
2 - O pão para ser menos fermentável, deverá ser feito com farinha pura ou integral e ingerido 24 horas após sua fabricação, em torradas ou aquecido no forno.
3 - Para que os alimentos não entrem em conflito químico, é rigorosamente necessário que se mantenha um espaço mínimo de 4 (quatro) horas e meia de uma refeição para outra.
4 - Não fazer uso de fruta após às 18:00 horas.
Fonte: Dr.Marcio Bontempo

6 de abril de 2009

O perigo oculto das vacinas

De acordo com a maioria dos especialistas em saúde pública, os avanços mais importantes obtidos no combate e prevenção às doenças infecciosas, desde o final do século XIX não foram devidos à introdução das vacinas, mas à melhoria nas condições de saúde pública, de modo geral, como resultado do consumo de água mais limpa e tratamentos de esgotos mais eficientes. Atualmente, o governo tem investido muito na vacinação, pelo fato das pessoas estarem com um sistema imunológico deficiente e mal nutrido. Por outro lado, as vacinas, nem sempre são seguras ou eficazes, veja alguns exemplos:
A publicação médica britânica The lancet publicou um relatório, em 1980, sobre um teste de vacinação realizado na ìndia, envolvendo 260 mil pessoas, por meio da qual descobriu-se que mais casos de tuberculose ocorriam em pessoas vacinadas contra essa doença do que entre aquelas que não haviam recebido a vacina.
Em 1994, uma edição do The New England Journal of Medicine relatou que ao menos 80% das crianças com idade abaixo de cinco anos que desenvolveram coqueluche já haviam sido vacinadas contra essa doença. Existe um aspecto desfavorável relativo às vacinas - especialmente para as crianças. O problema não são as vacinas: são os aditivos contidos nelas. Aditivos comumente utilizados na formulação incluem mercúrio, alumínio, formaldeído, glutamato monossódico, sulfetos e etilenoglicol (anticoagulante). Cada um desses aditivos já teve conexões estabelecidas com distúrbios que vão desde danos ao cérebro e aos nervos até autismo e DDAH (distúrbio do déficit de atenção e hiperatividade). Em média, a quantidade de mercúrio que as crianças recebem proveniente das vacinas, no início de suas vidas, represente todo o volume de mercúrio a que uma pessoa pode se expor, com segurança, durante toda a vida. Segundo relatórios médicos de vários países, comprovam que crianças vacinadas, além de desenvolverem níveis de QI mais baixos, sofrem uma maior incidência de problemas comportamentais, asma e diabetes do que crianças não vacinadas.
Fonte: Livro Cem anos de mentira: como proteger-se dos produtos químicos que estão destruindo a sua saúde, Autor Randall Fitzgerald.
Informações também sobre autismo X mercúrio no site http://www.bioautismo.cl/

2 de abril de 2009

As maravilhas do gengibre

O gengibre (Zingiber officinallis), é uma planta perene, cultivada predominantemente na Índia, China e México. Seu rizoma é um remédio e uma das especiarias das mais antigas. Seu sabor picante ativa e tonifica os pulmões e rins, e é muito apreciado na culinária oriental. Ótimo para aromatizar carnes, aves, saladas, molhos, patês, bolos e pães de especiarias. Para patês, prefira gengibre em pó. Na hora de comprar, escolha rizomas firmes, suculentos e de coloração clara. Tem como indicações terapeuticas: anti-reumático, calmante, carminativo, digestivo, estomacal e tônico. Quando uma pessoa estiver com náuseas, raspe um pouco de gengibre fresco e dê-lhe para cheirar. O alívio é imediato. Ele ainda protege o estômago dos efeitos prejudiciais de bebidas alcoólicas e de medicamentos antiinflamatários, podendo ainda, ajudar na prevenção de úlceras. Outra ação conhecida do gengibre é a de proteção da função cardiovascular. Assim como o alho, sabe-se que ele reduz a capacidade de aderência das placas de colesterol nas artérias. É um dos melhores remédios para gripes e resfriados, podendo-se tomar em forma de chá, além de ser mais eficaz que a aspirina para dor de cabeça, segundo pesquisa publicada recentemente. Contribui ainda para aumentar a imunidade e ativar os intestinos.
Fonte: Plantas na Cozinha. Prof. Sylvio Panizza

A Fruta dos Monges - Luo Han Guo

Luo Han Guo, fruta dos monges, também é conhecida como barriga de buda, é originária do sul da China e do norte da Tailândia.  Pela me...