16 de novembro de 2014

Óleo de Ólibano





O Olíbano é uma árvore pequena ou arbusto com muitas folhas plumosas e pequenas flores brancas ou cor-de-rosa. Ele produz uma goma-resina. O óleo essencial é obtido da resina. Tem um cheiro balsâmico adocicado e é frequentemente queimado nas igrejas para propiciar a meditação e a prece. Segundo a bíblia, o olíbano, aliado ao ouro e à mirra, foram presentes dados a Jesus, embora devesse se tratar da resina e  não do óleo essencial que conhecemos hoje. Ele é usado como incenso na Índia e na China, sendo tradicionalmente queimado como uma oferenda aos deuses. Também é empregado como fixador na perfumaria. Existem relatos de casos em que o olíbano foi utilizado para aliviar a dor associada à artrite. Ele equilibra as emoções, produzindo uma maravilhosa sensação de serenidade.

Parte utilizada da planta: Gotas de goma-resina
Família botânica: Buseraceae
Processo de extração: Destilação a vapor. Um absoluto também é produzido.
Principais componentes químicos: Monoterpeno, hidrocarbonetos, tujona e acetato de octila.
País de origem: Omã, Somália, Etiópia e China. A goma-resina é geralmente destilada na Europa e na ìndia.
Nota: de fundo: Alta
Combina bem com Gerânio, Grapefruit, Lavanda, Laranja, Melissa, Patchuli, Pinheiro, Rosa e Sândalo.
Propriedades: Anti-inflamatório, antisséptico, citofilático e expectorante.

Indicações terapêuticas mais comuns

Problemas de pele: pele madura ou seca, cicatrizes e manchas.
Ação: Citado como estimulante de regeneração celular e também como auxiliar  no tratamento das estrias.

Sistema respiratório: Asma, bronquite, catarro, tosse, laringite e falta de ar.
Ação: Um bom óleo pulmonar, de modo que favorece a respiração e também ajuda o sistema imunológico a combater gripes e resfriados.

Sistema nervoso: Ansiedade, raiva, tensão nervosa e insegurança.
Ação: Desacelera e aprofunda a respiração, de modo que é citado como tendo propriedades de limpeza e purificação que ajudam a mente a liberar os bloqueios emocionais. Muito útil na meditação.

Segurança: Não é tóxico, irritante e nem sensibilizante. Não deve ser usado em mulheres grávidas durante o primeiro trimestre de gestação.

Referências bibliográficas: Guia Completo de Aromaterapia, Hoare Joanna, Editora Pensamento
Créditos da imagem: aromasdani.blogspot.com