7 de fevereiro de 2011

Turbine seu coração com a Coenzima Q10

O corpo humano requer níveis adequados de Coenzima Q10 para sobreviver. Ela é uma substância antioxidante essencial para a energia de nossas mitocôndrias. É especialmente importante para os órgãos mais necessitados de energia, como seu coração, cérebro, rins e fígado. Contudo, existe um segredinho que a indústria farmacêutica não quer que você saiba: as estatinas, drogas anticolesterol, derrubam os níveis de CoQ10 no corpo. 
Infelizmente, muitos médicos desconhecem a importância dessa vitamina e sua relação com as estatinas para recomendar a suplementação.
Outros benefícios vitais:
1) Destrói os radicais livres antes que eles possam danificar as membranas celulares.
2) Previne a arteriosclerose reduzindo o acúmulo de gordura oxidada nos vasos sanguíneos.
3) Melhora doença cardíaca, pressão alta e colesterol elevado.
4) Reduz a dor no peito e melhora a tolerância ao exercício em pacientes com angina crônica estabelecida.
5) Regula o ritmo cardíaco.
A produção de energia nas células começa quando o corpo transforma o alimento que comemos em nutrientes, que a mitocôndria pode usar para produzir energia. Dentro da célula, ocorre um processo que muitos cientistas chamam de Ciclo de Krebs, o qual produz trifosfato de adenosina (ATP). A ATP é a fonte de energia corporal, sendo o combustível que as células queimam para executar suas tarefas. Para gerar essa energia, a mictocôndria usa grande quantidade de CoQ10, que ajuda nas reações químicas necessárias à sua produção.
Quando ocorre a diminuição de CoQ10 nas células, a mitocôndria fica menos eficiente e acaba produzindo difosfato de adenosina (ADP), que é um combustível menos potente. Ao longo do tempo, o corpo começa a ter sinais de cansaço, fadiga, além de começar a ter problemas no sistema imunológico.
Alguns estudos descobriram que pessoas que sofrem de doenças associadas ao envelhecimento - incluindo doença cardiovascular, doença de Parkinson e mal de Alzeimer, tendem a ter níveis baixos de CoQ10 e altos níveis de insuficiência mitocondrial.
Outras descobertas mostraram que deficiências dessa substância são comuns em pessoas com mais de 40 anos em diante; que fazem exercícios de resistência de longa duração tendem a ter níveis mais baixos; também baixos níveis são muito comuns em pacientes com doenças do coração, pressão alta, diabetes e baixo colesterol HDL. Pessoas vegetarianas tendem a ter níveis baixos também.
Se você se enquadra um uma dessas categorias, suplementos de CoQ10 podem fazer uma grande diferença em seu potencial de energia e de sua saúde cardiovascular.
A CoQ10 também ajuda a diminuir a pressão do sangue. Um estudo publicado no Journal of Human Hypertension seguiu dois grupos de pessoas com hipertensão. Um grupo tomou CoQ10 por 8 semanas enquanto o outro tomou um placebo. O grupo da CoQ10 mostrou uma significativa redução na pressão arterial. Outro estudo no Molecular Aspects of Medicine com pacientes que tomaram CoQ10 e drogas prescritas para baixar a pressão. Os pesquisadores descobriram que mais da metade de todos os pacientes que tomavam medicamentos para a pressão foram capazes de eliminar as medicações quando começaram a tomar suplementos de CoQ10.
A CoQ10 oferece resultados com um risco mínimo de efeitos colaterais indesejados. Muitas medicações para doença cardiovascular tem desagradáveis efeitos colaterais, incluindo cansaço, náusea e tontura.
A CoQ10 é liposolúvel, tome-a com gordura para uma ótima absorção.
Dosagens: tome 30mg de CoQ10 diariamente se goza de boa saúde e 100 mg se tem doença do coração ou toma estatinas.

Fonte: Dr. Cura Coração, M.D., Al Sears

A Fruta dos Monges - Luo Han Guo

Luo Han Guo, fruta dos monges, também é conhecida como barriga de buda, é originária do sul da China e do norte da Tailândia.  Pela me...