23 de agosto de 2010

Óleo essencial de cipreste


O cipreste (cupressus sempervirens) é uma árvore alta, cônica, usada há milênios de anos que se dirige firmemente para o céu. Em todas as civilizações, o cipreste era considerado um símbolo de vida prolongada. Era, ao mesmo tempo, a árvore da vida e da morte. Seu nome vem do personagem grego Cyparissus. Cyparissus gostava de passear pelos bosques na companhia de um magnífico veado domesticado, dedicado a Apolo. Acontece que, por engano, Cyparissus mata o veado, seu amigo com uma flecha. Apercebendo-se de seu erro, fica inconsolável e lamenta-se tanto que Apolo transforma o caçador em árvore, dando-lhe o nome de cipreste, árvore do luto. "Sobre ti derramarei lágrimas - Tu serás o companheiro da dor e do luto". Daí a tradição ser a árvore usada em cemitérios, em coroas de velório. Foi usado também na construção de sarcófagos, pois era imune à putrefação.
Seu aroma é muito indicado para perdas, mudanças e transições. Trabalha o desapego, ajuda no combate ao medo da morte e combate o estresse.

Propriedades: adstringente, descongestionante, supurativo, antiinflamatório, vasoconstritor, cicatrizante, anti-reumático, febrífego.
Ação psicológica: restaurador dos nervos, sedativo.

Indicações terapêuticas: irritabilidade, nervosismo, ansiedade, atonia muscular, gripe, tosse com catarro, enurese, sistema circulatório (varizes, hemorróidas, hemorragia, celulite), retenção de líquido, menstruação abundante, pés cansados, suor nos pés, climatério, diarréia, furúnculos, acne, mau-hálito (desinfetante bucal), quelóides, queda de cabelo. Muito indicado também em drenagem linfática, dores musculares. Excelente também para tuberculose e asma emocional. 

Modo de usar: Banho de assento, escalda-pés, fricção, bandagem corporal, inalação, difusor, reflexologia (massagem dos pés com o óleo essencial diluído em carreador), com argila, diluído em gel para circulação, loção facial, massagem com óleo vegetal carreador. Em caso de sinusite pode-se fazer uma boa associação com o óleo de hortelâ no vaporizador, de sete a oito gotas cada e no nebulizador, uma gota de cada.
Cistos quase externos e hérnia de disco, pode-se usar puro no local.
O óleo essencial de cipreste é um óleo muito versátil e considerado um antibiótico forte como o Tea-tree.
O uso interno é indicado apenas em casos mais graves, como câncer, miomas, diverticulite, endometriose, síndrome de Chron e a dosagem varia para cada caso, devendo ser orientado pelo aromaterapeuta ou médico.

Contra-indicações: uso interno em grávidas, mastopatias. 
Sinergias: mistura bem com óleo essencial de bergamota, lavanda, rosa, zimbro, salvia, olíbano, limão.
Cuidados: O uso excessivo ou em altas dosagens pode provocar vertigens e sintomas de embriaguez.

Referências bibliográficas: Tudo sobre Aromaterapia, Roberto da Silva, Adão, Ed. Roca.

20 comentários:

  1. Muito interessante .....obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  2. Já ouvi dizer que o óleo e a tintura de cipestre é muito bom para a rouquidão. Se souber alguma responda por fvr.
    Grata

    ResponderExcluir
  3. Para rouquidão é excelente também. No caso de tintura pode-se usar 5 a 6 gotas diluída em colher de sopa de água. O óleo essencial por ser mais concentrado até 3 gotas em colher de sopa também com água.

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde onde eu consigo comprar o oleo essencial de cipreste? estou afonico a dias.

    ResponderExcluir
  5. Me passe o seu email que entrarei em contato.

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde, Dani! Vi em alguns sites que vendem o Óleo Essencial de Cipreste orientando a não ingerir o produto. Gostaria de saber como posso então utilizar o óleo para rouquidão? Desde já agradeço pela ajuda.

    ResponderExcluir
  7. Como todo óleo essencial não se recomenda a ingestão sem orientação de um profissional qualificado ou médico que entenda do assunto. Pode-se fazer gargarejo com 1 gota. Maiores informações mande-me um email.

    ResponderExcluir
  8. No caso de ingestão em pequena quantidade, como 2 a 3 gotas em uma colher de sopa com água poderá ter algum efeito indesejado? Gostaria de ingeri-lo, pois estou com rouquidão a 3 dias.

    ResponderExcluir
  9. então ele é bom pra cisto? é como se fosse uma espinha grande (interno e externo),
    pode passar o.e cipreste puro sem diluição, ou tem que passar com óleo carreador?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É preferível passar com óleo carreador ou diluir na argila.

      Excluir
  10. Eu vendo oleo essencial de ciprestre, 100% puro. direto do produtor
    Meu contato é por e-mail: tullioesimone7@gmail.com

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Dani me ajuda estou roco a tres dias e preciso me recuperar logo .
    Mais eu nao estou achando esse óleo em lugar algum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Anderson, eu tenho um óleo de cipreste disponível da Laszlo em meu estoque, se preferir eu te mando pelo correio. Ou se você for da região de Minas, entre no site da Laszlo Aromaterapia e clique em loja virtual. Algumas farmácias e lojas de produtos naturais costumam trabalhar com óleos essenciais. Qualquer dúvida contate-me por email.

      Excluir
    2. Eu quero comprar o Óleo de Cipreste, você tem.. eu quero também o óleo de Limão.
      Meu email é perpetuosocorro.vs@gmail.com

      Excluir
  13. Tenho suor excessivo no rosto e na cabeça. Como devo usar esse óleo? Vc pode me ajudar?

    ResponderExcluir
  14. No caso d varizes como devo utilizar?????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É recomendado usar em massagens diluído no óleo vegetal de boa qualidade. Outra opção é escalda-pés à noite, pode associar comn limão.

      Excluir
  15. Estou com uma paciente com esclerose múltipla e gostaria de utilizar o óleo de cipreste azul, como posso fazer? !

    ResponderExcluir
  16. Você pode diluir algumas gotas em um óleo vegetal carreador como, semente de uva, gergelim ou óleo de coco palmiste e fazer uma massagem em todo o corpo. Pode fazer uso em escalda-pés, banhos e difusores. Seu aroma calmante vai ajudar na tensão muscular.

    ResponderExcluir

A Fruta dos Monges - Luo Han Guo

Luo Han Guo, fruta dos monges, também é conhecida como barriga de buda, é originária do sul da China e do norte da Tailândia.  Pela me...